Como proceder corretamente em processo demissional?

Home/Trabalhista/Como proceder corretamente em processo demissional?

O momento do desligamento de um funcionário é sempre delicado e de muita tensão, mas não precisa ser assim.

Vale ter em mente que o término de relações trabalhistas é comum, mas a maneira com que este momento é tratado internamente fará toda a diferença nos impactos para a sua empresa. Existem modos de agir corretamente para evitar que o processo demissional se torne um ponto de atenção e preocupação para a sua empresa.

Para isso, é fundamental entender o contexto do desligamento deste funcionário. Manter o seu departamento pessoal organizado e próximo a rotina de toda a empresa também pode representar um ponto importante neste momento.  

Em todos os casos, a postura da empresa adotando ações empáticas, tirando todas as dúvidas sobre direitos, pagamentos, homologação e benefícios também é essencial para que a relação se encerre da melhor forma possível. Quanto mais informações este colaborador receber, menos dúvidas e posteriores ações surgirão.

Quando há pedidos de demissão, é fundamental que a empresa entenda os motivos deste funcionário em uma entrevista de desligamento. Essa entrevista deve ser amistosa e com um processo de escuta ativa bastante cuidadoso, já que momentos como estes, quando bem executados, são de grande aprendizado para a empresa, porque podem destacar pontos de atenção e pontos positivos do dia a dia, sob o ponto de vista de um funcionário.

Em muitos casos, a falta de plano de carreira e reconhecimento aparece fortemente como motivo e você pode ter mais insumos para ajustes ou mudanças na gestão e cultura interna da sua empresa.

Fique atento aos direitos e benefícios específicos deste colaborador. Apresente cálculos, explique cenários e oriente para os próximos passos.

Já em casos de demissão sem justa causa, além da necessidade de preparo de seus gestores e responsáveis pelos trâmites de desligamento, é importante que o colaborador receba um feedback estruturado sobre os motivos desta decisão e que também se sinta acolhido, na medida do possível, pela empresa. Garanta que todos os seus direitos estão assegurados e, quando possível, ofereça meios de continuidade no mercado, por meio de consultorias de recolocação e ajuda com recomendações, por exemplo.

Ações como essas são sempre bem vistas e mostram que a sua empresa se preocupa com seus ex-colaboradores, tornando-a bem vista em todo o mercado.

Há também os casos de demissão por justa causa, quando o trabalhador perde parte de seus direitos e benefícios por ter cometido alguma falta grave. Este é o caso de maior preocupação, porque a tensão é inevitável. Então, também é essencial que seus gestores estejam preparados para lidar com a situação com calma e transparência, além de estar seguro e já ter em mãos todos os trâmites do processo de desligamento.

Mesmo em casos mais delicados como esses, a sua empresa pode agir de modo diferenciado, oferecendo a esse ex-colaborador o apoio necessário e dentro do possível, para que ele retome a sua carreira em outra companhia.

A nossa equipe de especialistas é altamente capacitada para lidar com esses momentos e pode te apoiar na tomada de decisões e ações. Fale conosco.

Programa Discutindo a Reforma Trabalhista

By | 2018-03-27T16:00:29+00:00 31 de outubro de 2017|0 Comments

About the Author:

Reinaldo Finocchiaro Filho

Leave A Comment